segunda-feira

Abrindo o baú do passado

Tudo começou em 2005, naquela época eu tinha apenas 14 anos e ele 19... Ele era encantador e me conquistou com poucos gestos, me enviava mensagens a noite, de madrugada e pela manha, como isso me fazia bem... Ele foi o meu primeiro namorado... Mas infelizmente algumas meninas da escola diziam a ele que eu era infiel e ele acreditava o que causava brigas e o nosso namoro acabou não dando certo... Além disso, tinha o meu pai que era arrogante e difícil de lidar, ele não deixava namorar, pois eu era menor de idade... O tempo passou conheci outra pessoa; namorei, casei e lá se foram 12 anos, mas hoje estou muito infeliz porque ainda tenho lembranças desse passado e do que teria acontecido se tivéssemos ficados juntos... Vivo me perguntando, o que eu fiz da minha vida? Até quando vou viver casada e infeliz e sem conseguir esquecer o verdadeiro amor da minha vida? Já conversei com ele e ele me disse que ainda gosta de mim e que eu sempre fui o grande amor dele, mas que agora é diferente porque tenho uma família e que ele não quer ser o motivo da minha separação. Mais eu não consigo esquecê-lo... Está sendo um tormento para mim... O que eu faço me ajude, por favor!!!

Vamos resolver por partes!!! Primeiro você tem responder algumas questões... Você sempre foi infeliz no casamento? Não tem como melhorar sua relação com o seu marido? Porque você se casou? Foi porque engravidou? O que te mantem casada? Você consegue se virar sozinha? Como e com quem vai ficar seus filhos? Você tem certeza que esse grande amor vai segurar os problemas do dia a dia? Seus filhos te apoiam? Sua família está ao teu lado? Quem te apoia? Esse amor antigo ele não quer só brincar de amante? Essas são apenas algumas perguntas... Crie outras perguntas e faça para você inúmeros questionamentos, anote-os e com base nas suas respostas tome a sua decisão...
Você pode até se separar do seu marido, mas tem que ser por você e não por outra pessoa, depois que se viu separada aí sim vamos juntar os trapos com outro alguém, porque senão você vai apenas trocar de casa é preciso conquistar sua independência seja ela moral ou financeira, é preciso pensar no bem estar dos filhos, não dá para deixa-los soltos por aí...  Digo tudo isso, pois ás vezes você toma uma atitude radical em prol de uma pessoa e na hora H, essa pessoa mastiga a corda e te larga na mão, por isso eu digo; se for fazer, faça por você, para a sua felicidade... Em minha opinião ele é frouxo e vai te deixar na mão... Ele não lutou por você naquela época e não vai lutar agora... Com relação ao seu casamento busque a sua felicidade... Não está mais feliz!!! Tentou tudo para dar certo!!! Então separe... Às vezes queremos tanto algo do passado que nos esquecemos das belas surpresas que o futuro pode nos reservar... Você pode até viver do passado, mas dê uma chance para o futuro lhe surpreender, aposto que você não irá se arrepender...

Farinha do mesmo saco

Em uma balada nas férias conheci um homem 10 anos mais velho que eu, ele me xavecou, mas achei-o sem graça e no inicio não dei muita chance a ele... Após dias de muita insistência acabamos ficando juntos e isso fez das minhas férias maravilhosas... Na volta não prometemos nada um ao outro, pois eu tinha um namorado e ele tinha recém terminado uma relação de oito anos. Depois de um ano ele me procurou disse que nunca se esqueceu daquelas férias e que me queria ao se lado, eu que me encontrava livre e também queria repetir os dias maravilhosos que tivemos aceitei no ato o seu pedido e logo estávamos namorando. Ele me apresentou a família, era sempre muito carinhoso e atencioso comigo, mas o que impedia a nossa felicidade era a infeliz da ex-namorada dele que ligava a toda hora, isso trazia insegurança e discórdia para o nosso relacionamento, hoje eu vejo que era tudo o que ela queria. O meu ciúme aumentava e com isso as cobranças e eu fui afastando-o de mim, ele até que tentou me alertar, mas foi em vão, eu não ouvia, estava cega e obcecada pelo ciúme, foi quando veio o choque, ele terminou comigo fiquei abobalhada, sem reação... Sabe é difícil acreditar que algo que parecia ir tão bem, terminar assim, pois, eu dava certo com ele, com os amigos dele, família enfim, a verdade é que está sendo difícil acreditar que eu o perdi para aquela “vaca” da ex. dele depois de dois anos me dedicando. O que eu faço? Vou à luta e o reconquisto? Ele sempre disse que ao lado dela ele era infeliz, porque ele a quer de volta? Se ele tinha dúvidas porque me procurou, me iludiu e deixou chegar a esse ponto? Estou com muita raiva!


Não dá para tomar nenhuma atitude com a cabeça quente, tem que acalmar curtir o luto, chutar de lado como se fosse macumba e seguir em frente... Não entre nessa disputa por ele, não vale a pena, os dois são farinha do mesmo saco, ele mostrou isso quando deixou a ex. se meter na relação de vocês, ele tinha que ter cortado ela desde o inicio não podia ter deixado essa louca ficar ligando sabendo que você não admitia essa situação, ele tinha que em primeiro lugar ter te respeitado, o que adianta ser atencioso e carinhoso, mas se não respeita e não dá valor para a pessoa que diz que ama... Por isso não perca tempo com vingança ou com reconquistas, se recupere e abra o seu coração para um novo amor porque quem vive do velho e asilo e museu... No próximo relacionamento não deixe o ciúme dominar a sua razão, lembre-se que você merece só o que há de bom e nada menos do que isso e nunca mais se sujeite a viver de migalhas de amor... Você pode e terá o que quiser da vida e do amor, para isso você precisa amadurecer e aprender a viver consigo mesma, só assim você saberá que a sua felicidade não depende de ninguém, somente de você...

Quem é tonto???

Oi Fred! Eu comecei a namorar em 2012 e no natal de 2014 ele terminou comigo, eu sofri e chorei muito, mas aprendi com a saudade e segui com a minha vida sem ir atrás dele. Após um ano do termino ele voltou e começamos a ficar de vez enquanto até ele sumir e reaparecer novamente, e nesse some e aparece dele já vem durando um bom tempo...  No ano passado ele me revelou que gostava realmente de mim e queria voltar a ter algo sério comigo, mas que para que a nossa relação desse certo teria que ser em segredo. Como eu gostava muito dele eu concordei até que eu descobri o verdadeiro motivo do segredo era porque ele tinha uma namorada real e eu era a segunda opção, fiquei nervosa e acabei com tudo, mas por sermos muito amigos e com jeitinho ele conseguiu voltar a falar comigo e logo estávamos ficando novamente... Passaram-se dois meses e cansei daquela situação e resolvi por um ponto final na nossa história sem brigas sem ressentimentos apenas dei um basta, foi difícil, mas foi à coisa certa se fazer. O problema e que ele começou e me procurar e está insistindo em voltar, diz que começou a namorar por causa do meu ciúme e para me esquecer... E agora o que eu faço???  


Ele já teve todas as chances possíveis!!! Você sabe o que ele realmente quer??? e ficar com as duas!!! não seja tonta para cair novamente nessa ladainha de que ele está arrependido, pois isso é historinha para embebedar o peru... Vamos analisar a sua relação: começou com um namoro de dois anos, depois ele foi rebaixado para umas ficadas de vez enquanto, para logo em seguida se tornar a amante de um compromisso as escondidas... O seu relacionamento em vez de avançar, ele recuou!!! Você só pode estar com um parafuso solto se voltar para esse camarada!!! E você ainda pensa nessa hipótese!!! Olha quanto tempo você perdeu com esse enrosco!!! são quase cinco anos, pare de atracar com quem não vale nada e siga em busca do seu futuro, aprenda a olhar para frente, deixando o que ficou para trás para ser catalogado por museu... Espero que a lição dada seja lição aprendida e que no futuro não desperdice tempo com quem não mereça... Porque se for para ser assim; que vá dormir de conga, beliscar parede ou morder fronha...

O malandrão

Olá!!! Não sei o que fazer? Eu conheci o meu amor no trabalho e nos tornamos amigos ele me dava muitos conselhos profissionais e afetivos, mas sempre se mostrou interessado em mim, sempre me olhou com muita admiração. Ele era bastante reservado quase não falava da vida dele até que um dia ele desabafou comigo disse que seu casamento não ia bem então saímos para conversar foi quando rolou o nosso primeiro beijo. Começamos então a nos ver com mais frequência e a nossa relação foi ficando mais forte até que não conseguíamos mais ficar longe um do outro. Mas ele era casado tentei por várias vezes terminar, até que eu saí da empresa e nossos encontros começaram a ser mais reduzidos, eu tinha que dividi-lo com a família dele. As festas e eventos ele ficava ao lado da família e eu ficava com alguns minutos que ele conseguia para ir me ver, nunca podia passar a noite inteira comigo, voltava de madrugada para casa. A relação ia de mal para pior porque o pouco tempo que tínhamos passou a ser tomado por brigas e discussões, as transas se tornaram rapidinhas sempre com desculpas de que o tempo era curto e que tinha que ir embora. Foi quando cansei dessa situação e cobrei uma atitude, então ele começou a ficar mais distante, o que eu não entendo se o casamento dele era tão ruim porque ele não largou e ficou comigo. Gosto muito dele estamos há um mês sem nos ver ele diz que eu não passo segurança a ele porque eu continuo tendo contato com os meus ex-namorados, mas eu disse que a partir do momento que ele me assumisse eu daria um fim em todo o meu passado e que seria somente eu e ele lado a lado. Ele diz que está cheio de problemas para resolver e que eu seria mais um! O que faço? Como posso reconquistá-lo?

Reconquistá-lo!!! Quem disse que um dia você o conquistou?!? Acorda moça!!! Ele começou com o papinho de amiguinho somente para te papar, se realmente ele quisesse mesmo ficar com você nem “hurricane” o impediria... Na hora que você foi para cima dele e se mostrou mais forte e o pressionou ele pulou fora disse que o problema era com você e seus ex. faz me rir... O que ele queria era que você se tornasse uma eremita isolada na caverna esperando por ele na cama e com a janta quente... Esse tipo é um dos piores canalhas que existem enganam a esposa, mentem para amante dizendo que o casamento é ruim, mas não largam o osso, enquanto houver mulher que se sujeita a esse tipo de homem eles vão continuar dando as cartas por aí... Então desencana dessa ideia de querer ir atrás migalhas de amor de um homem que não merece nem a família que tem e segue seu rumo em busca da sua felicidade seja ela sozinha ou acompanhada que para ser feliz não existe apenas um modelo... 

quinta-feira

Deu blackout...

Fred!!! Preciso de um conselho. Com uma semana de casada descobri que meu esposo continua viciado em pornografia e masturbação, alguns anos atrás eu descobri que ele tinha esse vício e ele me disse que ia parar, mas mentiu... Por causa disso quis me afastar ele vê pornografia a toda hora, até no meu celular... Estou muito decepcionada e pedi novamente para ele parar, mas ao invés disso ele me nomeou em seu grupo de conversa como “a puta vagabunda". Meu mundo desabou e isso me fez ter muita raiva dele, fiquei agressiva e passei a agredi-lo de todas as formas. Porém ele usou isso tudo para se tornar vitima e contou para mãe apenas o lado dele com intuito de ter o apoio dela. E saiu de casa (minha casa) escondido dizendo ter medo de mim. Então eu me arrependi e busquei ajuda para perdoá-lo, consegui acabar com todo o rancor e ódio que sentia dele. Passou um tempo ele quis voltar para mim com a condição de seus familiares não saberem da nossa retomada no relacionamento (pois ele contou tudo para todos o que eu supostamente tinha feito e ele voltando para mim ele seria detonado e envergonhado por seus parentes). Eu acabei aceitando, e ele voltou escondido para a minha casa, porém a mãe dele desconfiou e por causa disso ele saiu de casa novamente (mesmo ela morando a 6 horas de distância).  E ele disse que só vai voltar para casa quando eu ligar para a mãe dele, pedir desculpa e falar que eu mudei. Eu não vejo problema algum de fazer isso, porém eu percebo que meu esposo deseja fazer chantagem emocional, além do que ele tem me tratado muito mal e se transformou em outra pessoa, inclusive veio me impor que eu o ajude com as contas, sendo que ele veio morar em minha casa e, além disso, usa e abusa do meu carro, nunca pagou uma conta sequer e antes de se casar vivia à custa da mãe. Eu tenho a impressão de que ele esta usando os meus erros para obter lucro só que os erros dele, ele se esqueceu. Mesmo eu o amando, eu não o quero desse jeito (machista, egoísta, manipulador)...  Não sei o que fazer!!! Todas as pessoas minha volta dizem que eu sou linda, inteligente e bem sucedida para me submeter a isso e que tem muitos homens que me fariam feliz. Porém eu sigo a minha religião que é contra o divórcio. Depois de ele ter me difamado para toda a família ele fez um boletim de ocorrência contra mim...  E mesmo eu perdoando e pedindo perdão, ele tem me humilhado e me tratado muito mal. Preciso de uma luz.

Você não precisa de luz, precisa de uma usina hidrelétrica para se livrar desse encosto... Acho que está faltando uma parte da história, o que você fez a ele de tão grave, não acredito que aquelas agressões que você fala foram físicas ao ponto de machucá-lo o suficiente para ele ir fazer um B.O... E se foi agressões, essa relação já está acabada há muito tempo, pois já ultrapassou o limite do bom senso e está na fase da ignorância, então é melhor dar um basta antes que se torne um caso de falência corporal... Não gosto de colocar religiões em minhas respostas, mas duvido que exista uma religião que não pregue a felicidade do casal e que se não têm condições de ter uma vida juntos exija a todo custo à união deles... Se for assim troque de marido e de religião também... Eu não entendo o porquê da sua cartinha, a lanterna está acesa na sua “face”, você e todo o universo não quer ao seu lado um ser desprezível, que mente, lhe ofende, é dissimulado, ignorante, vagabundo, aproveitador, egoísta, agressivo, manipulador, que não é companheiro, não contribui, que não te respeita e, além disso, não te faz feliz... Se você depois disso que foi escrito quiser ter algo com ele, será sem o aval de todos que realmente gostam de você e de querem bem e eu lavo minhas mãos, pois esse amor que você diz sentir por ele ao sofrer tamanha ignorância deixa de existir para se tornar tortura, desgraça, sadismo...